sábado, 2 de agosto de 2014

Macaé vai ceder dois VLTs ao estado que circularão entre Saracuruna, Magé e Guapimirim

Parabéns ao grupo que esteve conosco nessa luta! Guapimirim e nossa região só vão ganhar com o VLT”, comemorou o prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias.

ScreenShot011
Os velhos trens do ramal Sacuruna-Vila Inhomirim — Magé-Guapimirim vão ser substituídos, até 2016, pelos modernos veículos leves sobre trilhos, os VLTs, sendo que pelo menos dois deles devem entrar em operação ainda neste ano. Foi o que informou, nesta semana, o governo estadual, ao anunciar que, em parceria com a SuperVia, está negociando com a Prefeitura de Macaé a cessão de uso de duas composições com dois carros cada, para operar até o fim deste ano no trecho Saracuruna-Magé.
De acordo com a Secretaria de Transportes, em outubro será licitada a compra de outras sete composições, com previsão de entrega para 2016. Das sete, três são de dois carros e vão atender de Saracuruna a Guapimirim e quatro, de três carros cada uma, vão operar de Saracuruna a Vila Inhomirim, trecho com maior demanda de passageiros.
Segundo o governo estadual, os VLTs para Vila Inhomirim, Magé e Guapimirim estão incluídos na segunda fase do Programa Estadual de Transportes (PET), que tem o objetivo de melhorar a mobilidade na Região Metropolitana. Ao todo serão investidos US$ 36,97 milhões na compra das composições, o que será feito com financiamento já liberado pelo Banco Mundial.
Um levantamento da Secretaria Estadual de Transportes revela que o ramal de Vila Inhomirim tem uma demanda de 1.560 passageiros por hora e, com o VLT, a meta é beneficiar 10,6 mil usuários no mesmo período. Ainda segundo o estudo, o ramal de Guapimirim, que atende hoje 1.047 passageiros por hora, passará a receber sete mil pessoas. “Estamos fazendo a licitação para aquisição desses novos VLTs, que darão aos ramais a performance que o passageiro merece, com agilidade, segurança e comodidade. Até 2007, estes ramais eram conhecidos como linhas ‘fantasmas’, por estarem abandonadas, com estações absolutamente degradadas e trens sem condições de uso. Atualmente, os trechos contam com estações modernizadas, com sinalização e acessibilidade, além de trens mais novos e horários ampliados”, explicou a secretária de Transportes, Tatiana Carius.
A implantação do VLT começou a ser projetada para a região em 2010. Em setembro de 2013, o prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias, e o prefeito de Magé, Nestor Vidal, se reuniram com o então secretário estadual de Transportes, que anunciou para março deste ano a chegada das duas primeiras composições. Essas virão agora de Macaé para atender Magé e Guapimirim. A proposta do governo do estado é por 16 composições em circulação, sendo nove entre Saracuruna, Vila Inhomirim, Magé e Guapimirim. Outras cinco deverão fazer a ligação com Itaboraí e São Gonçalo.
“É uma notícia que nos deixa com uma tremenda felicidade! Foram várias reuniões, encontros e debates. Estive em Macaé, junto com representantes do movimento, a fim de negociar sobre esse projeto. Conseguimos. Parabéns ao grupo que esteve conosco nessa luta! Guapimirim e nossa região só vão ganhar com o VLT”, comemorou o prefeito de Guapimirim, Marcos Aurélio Dias.