terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Ruas perfeitas. Para um off-road Sem asfalto e esburacadas, logradouros de vários bairros de Teresópolis estão até afundando. Prefeitura promete reparos




Descaso público. A Rua Araribóia, no bairro Jardim Meudon, não tem pavimentação há anos, e a lama toma conta do local sempre que chove
Foto: Guilherme LeporaceJardim Meudon, Alto e Tijuca. Inicialmente, esses bairros têm em comum apenas o fato de pertencerem à mesma cidade serrana, Teresópolis. Entretanto, numa visita a algumas vias dessas localidades, é possível notar que há mais semelhanças entre elas do que se pode imaginar. Em ruas dos citados bairros, buracos, remendos, falta de asfalto e até mesmo afundamento do asfalto são alguns dos problemas facilmente detectados.
Exemplos de descaso não faltam nas ruas Araribóia, no Jardim Meudon; Maranhão, no Alto; e Felizardo Ribeiro, na Tijuca. Caminhar e trafegar de carros por elas é um verdadeiros desafio.
— Já vi vários operários por aqui. Mas eles fazem apenas remendos. Não é um trabalho bem feito. Eles tapam um buraco hoje, e, na semana seguinte, se chove, ele reabre. Seria necessário um trabalho na via inteira e de mais impacto. Dirigir por aqui é bastante complicado — desabafa Pedro Henrique Oliveira, morador da Rua Felizardo Ribeiro, na Tijuca.
Os moradores do Jardim Meudon também não poupam reclamações sobre a Rua Araribóia. Do asfalto que havia lá, pouco restou.
— As condições desta rua são absurdas. Pagamos impostos, mas não vemos qualquer investimento público por aqui. Não há pavimentação, e, quando chove, a situação fica insustentável. O trânsito a pé ou de carro é praticamente impossível — afirma Maria de Lourdes Silva, que mora próximo à Rua Araribóia, no Jardim Meudon.
No bairro do Alto, a Rua Maranhão está afundando, afirmam os moradores. Isso porque os paralelepípedos soltos formaram uma depressão em certo trecho da via. Eles temem que o prédio em frente seja abalado.
— Esse buraco já existe aqui há tempos. Mas uma chuva forte, há dias, fez com que a situação piorasse ainda mais. Outro dia, uma moça com carrinho de criança quase se machucou aqui. A situação está gravíssima. E a equipe que esteve aqui, ao invés de melhorar, piorou. Abriu um outro buraco e não resolveu o nosso problema — afirma Terezinha Teixeira, moradora da rua há cerca de dois anos.
Rua Maranhão em obras depois de reportagem
A prefeitura de Teresópolis, por meio da Secretaria municipal de Serviços Públicos, informa que, na última quarta-feira, dia 10, foram inciados os reparos no trecho danificado na Rua Maranhão, no Alto. Isso ocorreu dias após a reportagem do GLOBO-Serra ter ouvido os moradores. Sobre as outras duas, nos bairros do Jardim Meudon e da Tijuca, a secretaria não esclareceu exatamente o que fará, limitando-se a dizer que está programada, para “breve”, uma operação para recuperar o calçamento de diversas ruas da cidade.
— Daqui a pouco, não vamos mais conseguir estacionar na garagem do edifício, porque será impossível passarmos pela cratera que cada vez afunda mais na rua. O conserto é uma urgência — afirmou Helio da Silva, morador do prédio em frente à cratera da Rua Maranhão, antes de a prefeitura começar o reparo.
Outro morador da rua, Aldo Fernandes, resume a situação das ruas da cidade com uma palavra.
— Vergonha! Teresópolis está uma vergonha. O descaso do poder público vem tornando impossível transitar pelas ruas de diversos bairros da região — afirma Aldo.

Fonte: O globo
/por