sábado, 27 de dezembro de 2014

Renner é indiciado por embriaguez ao volante

Cantor foi indiciado por embriaguez ao volante e fuga do local do acidente.


1rennerO cantor Ivair dos Reis Gonçalves, o Renner da dupla sertaneja com Rick, foi detido após se envolver em um acidente perto do aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, na manhã desta sexta-feira (26), segundo a polícia. Ninguém ficou ferido. Ele foi indiciado por embriaguez ao volante e fuga do local do acidente.
A Polícia Militar diz que a colisão de dois veículos ocorreu na Avenida Pedro Bueno, na região do Campo Belo, por volta das 8h10. O cantor foi levado ao 27º Distrito Policial porque havia suspeita de embriaguez.
1aciden
Renner passou pelo teste do bafômetro, que constatou uma quantidade de álcool no sangue acima da permitida, segundo o delegado Antônio Augusto Rodrigues Silva.
Testemunhas contaram que o cantor bateu em um carro estacionado e tentou fugir. Com os pneus vazios, ele não conseguiu prosseguir. O cantor teria batido em dois postes durante a tentativa de fuga. Ainda segundo as testemunhas, foi necessário tirar a chave do contato para que Renner aguardasse a chegada da polícia.
O cantor pagou uma fiança de R$ 10 mil e responderá ao processo em liberdade. Uma pessoa que estava no carro com ele já foi ouvida e liberada, mas o delegado não revelou a identidade dela porque quis manter a privacidade.
Renner deixou a delegacia por volta das 15h sem falar com os jornalistas. O advogado dele, Glécio Mariano, disse que o cantor admitiu ter ingerido bebida alcoólica, mas negou que estivesse embriagado.
Segundo uma pessoa que trabalha com os cantores, o show mais recente deles aconteceu neste domingo (21) em uma cidade do Paraná. Renner mora em Alphaville, na Grande São Paulo.
Em 2001, o sertanejo esteve envolvido em um acidente que deixou dois mortos em Santa Bárbara d’Oeste, no interior de São Paulo. Luís Antônio Nunes Aceto e a namorada, Eveline Soares Rossi, seguiam de moto de Piracicaba a Campinas. Renner vinha na direção contrária em uma BMW. Conforme a acusação, o sertanejo conduzia em alta velocidade, perdeu o controle do carro, atravessou a pista e atingiu o casal, que morreu na hora.
ScreenShot015
O músico foi julgado em 2008 e condenado a pagar 2 mil salários mínimos (R$ 1,4 milhão, valor que chega a R$ 3 milhões ao se considerar eventuais juros). O prazo para a quitação da indenização expirou em 27 de março de 2009. Desde então, a família do engenheiro tem recebido apenas repasses da arrecadação do cantor com direitos autorais, conforme decisão judicial.
Fonte: G1